Quero ser cliente

8 de março- dia internacional da mulher - dicas de saúde

Publicado em 26/01/2015
Imagem do Artigo 8 de março- dia internacional da mulher - dicas de saúde


Em 1975, a Organização das Nações Unidas (ONU) oficializou o dia 8 de março como o dia internacional da mulher. Mais do que uma comemoração feminina, essa data tem por objetivo discutir o papel da mulher na sociedade atual. Durante esse mês, há campanhas por todo o Brasil estimulando o auto-cuidado e a saúde da mulher. Estar atenta aos sinais do seu organismo e manter hábitos saudáveis podem ajudar tanto na prevenção quanto no diagnóstico precoce de doenças.



Câncer do Colo do Útero - 19 mil casos novos ao ano
Como evitar: O uso da camisinha protege contra a infecção pelo vírus HPV, responsável por 90% dos casos. Se você tem idade entre 25 e 59 anos deve realizar exame preventivo ginecológico. Em caso de um exame alterado, procure um médico.
 


Câncer de Mama - 49 mil casos novos ao ano
Como prevenir: Se você tem 40 anos ou mais, deve realizar exame clínico das mamas anualmente. Se tiver de 50 a 60 anos, realize ainda a mamografia a cada dois anos. Esses exames são recomendados mesmo que você não perceba nenhum sintoma. Se sua mãe, irmã ou filha teve câncer de mama antes dos 50 anos de idade, as chances de você ter a doença são maiores. Quem já teve câncer em um das mamas ou câncer de ovário, em qualquer idade, também deve ficar atenta. Nesses casos o exame clínico das mamas deve ser realizado anualmente a partir dos 35 anos de idade.

 
Câncer de Pele - 59 mil casos novos ao ano
Como prevenir: Evite a exposição direta ao sol das 10h às 16h e use filtro solar com fator de proteção igual ou superior ao 15, fazendo reaplicações a cada duas horas. Além disso, é importante usar chapéu e barraca. Se for inevitável a exposição ao sol durante a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.

Não Fume!
Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer. Em 90% dos casos diagnosticados de câncer de pulmão o consumo de derivados de tabaco está associado à doença. Ao fumar, são liberadas no ambiente cerca de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas pelo fumante e também pelo não fumante (tabagismo passivo).



Proteja-se com alimentação saudável
Uma alimentação saudável pode reduzir muito o risco de câncer. Coma mais frutas, legumes e verduras, grãos e cereais integrais, leite e derivados desnatados, queijo branco e menos alimentos gordurosos, salgados e enlatados. Sua dieta deve conter, diariamente, pelo menos cinco porções de frutas, verduras e legumes.
Evite: frituras, salgadinhos, carne de porco, carne vermelha com gordura aparente, pele de frango, embutidos, como lingüiça, salsicha e salame, e gordura hidrogenada.

Dicas e Novidades

Curta a Medic Saúde e Seguros


Operadoras e Seguradoras