Quero ser cliente

Como evitar a desidratação

Publicado em 07/02/2014
Imagem do Artigo Como evitar a desidratação

Muito melhor que tratar a desidratação é evitá-la ingerindo bastante líquido a cada dia. Em condições normais de temperatura e umidade, o ser humano  necessita ingerir, em média, cerca de dois litros de água  por dia, o  equivalente a 8 copos de 250ml. Em regiões quentes do planeta, como no Brasil, a quantidade necessária é maior, especialmente no verão, quando as temperaturas estão mais elevadas  e a desidratação é mais comum, principalmente pelo aumento da perda de líquido pela exposição ao sol ou ambientes mais quentes, bem como pelo risco aumentado de problemas relacionados ao calor, em relação aos alimentos, que se estragam com maior facilidade, quando submetidos a essas condições.
 
Você também pode evitar a desidratação tomando os seguintes cuidados:
Lembre-se de beber água. Muitas pessoas simplesmente passam grandes períodos de tempo sem tomar sequer um gole de água. Isso deve ser evitado. O ideal é que se tome pelo menos um copo de água a cada hora.
Se for praticar atividade física, fique atento à necessidade de tomar ainda mais água. Em casos de pessoas que praticam atividades extenuantes, pode ser também necessário repor sais minerais perdidos junto com o suor. Isso é hoje fácil de ser feito através do consumo das chamadas bebidas isotônicas, muito populares entre atletas.
Em dias quentes, a exposição ao calor faz com percamos mais água que o normal, e por isso é importante também tomar uma dose extra de água. Vista roupas leves, de preferência de algodão, e evite as fabricadas com produtos sintéticos que impedem a transpiração normal.

Mantenha as crianças em ambientes bem ventilados e evite a exposição ao sol nos períodos de radiação mais intensa.
Conserve os alimentos perecíveis sempre no frigorífico e observe atentamente as datas de validade.
Lave sempre bem as mãos antes de preparar os alimentos.
Lave bem frutas e vegetais consumidos crus.
Consuma alimentos ricos em água. Isso mesmo. A comida é também uma fonte importante de água, já que muitos alimentos possuem água em sua composição. As comidas campeãs em conter água são as frutas e as verduras, consumidas in natura (cruas). Além de ajudarem na hidratação, esses alimentos costumam ser menos calóricos que os demais, colaborando para manutenção da boa forma.

Mulheres grávidas ou que estão amamentando precisam de maiores quantidades de água para manter-se hidratadas e para repor a perda de fluidos. A recomendação é que mulheres grávidas bebam 10 copos de água por dia, e mulheres que estão amamentando bebam 13 copos por dia.
Observe sua urina. Quando a urina adquire uma tonalidade muito escura, é sinal que o organismo está economizando água, provavelmente por que os estoques estão diminuindo. Beba água até que sua urina adquira uma tonalidade clara, e procure manter sempre essa cor, que é a ideal.
Se sentir sede, não hesite: beba um copo de água. A sede é o sinal mais importante de que o organismo está precisando de mais água. Não engane seu corpo: hidrate-se.

fonte:- correiogourmand

Dicas e Novidades

Curta a Medic Saúde e Seguros


Operadoras e Seguradoras